Um operação conjunta entre a Europol e polícias locais de diversos países europeus desabilitou o Ramnit, um botnet que infectou cerca de 3 milhões de computadores ao redor do mundo para roubar dados bancários e informações pessoais.

O vírus infectava suas vítimas através de phishing e sites maliciosos, que forçavam o download e execução do arquivo que habilitava os acessos de criminosos às máquinas dos usuários. O Ramnit mirava especificamente usuários do Windows e dava até o controle remoto do PC ao hacker.

Os países mais atingidos foram EUA, Índia e Blangladesh.

Para acabar com o botnet, as autoridades localizaram e apreenderam servidores juntamente com máquinas ligadas a 300 endereços de IP utilizados para os ataques. A Microsoft auxiliou na caçada e contou com o apoio da Symantec. O Ramnit, como era de se esperar, não é detectável de forma simples, e, embora novos ataques tenham sido coibidos, o botnet ainda pode executar ações nas máquinas infectadas.

Apesar de não estarmos nos países mais infectados, é de grande importância verificarmos se nossas estações estão contaminadas.

A Microsoft disponibilizou um software específico para detectar a presença do botnet e desabilitá-lo.

1) Abra o site da Microsoft Safety Scanner, clicando aqui.
2) Clique no azul botão "Baixe Grátis".
3) Depois que a ferramenta é baixada, clique em Executar.
4) Aceite os Termos do Acordo.
5) Clique em "Executar uma Varredura Rápida".

Se o Microsoft Safety Scanner encontrar o vírus Ramnit ele irá exibir a expressão Ramnit dentro da caixa de diálogo do scanner.

Clique em Limpar todos os arquivos para remover Ramnit e qualquer outro malware que a Microsoft Safety Scanner encontrar.

Havendo dúvida, procure por auxílio especializado; consulte-nos!

Lembrando que essa é uma medida corretiva emergencial e que existem diversas formas de evitar ser contaminado por esses tipos de pragas virtuais.

Evite prejuízos!

Fonte: Olhar Digital.

Anúncios de Parceiros